31 de maio de 2016

Douradinhos: Sim ou Não?

Boa tarde papás!

Hoje venho falar-vos de um alimento presente em muitas mesas de famílias portuguesas, principalmente quando os filhos ainda são pequenos...



Os douradinhos! Já se perguntaram se são uma boa opção e se são uma opção para estar presente todas as semanas?

Por serem muito práticos, de sabor agradável e, agora até podem ser feitos no forno, podem ser considerados um bom alimento... no entando, comparando com uma pescada cozida os valores nutricionais são um pouco diferentes!


- O dobro de gordura e do sal, e a presença de hidratos de carbono (devido ao pão ralado), fazem dos douradinhos um alimento mais calórico e bem diferente da verdadeira pescada!

Mas não devemos comer douradinhos?

- Podemos comer, mas com moderação! Duas vezes por mês, por exemplo, mas tendo sempre em conta que não devem substituir o consumo de peixe por este alimento! 

Os mais pequenos têm de aprender a comer e apreciar PEIXE!

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha

28 de maio de 2016

Domingo é dia de pequeno-almoço na cama! #iogurte natural e framboesas


Olá mamãs e papás!

Hoje trago-vos uma ideia para o pequeno-almoço ou para os lanches...

Tão simples como iogurte natural não açucarado, framboesas, arroz tufado natural e flocos de aveia, também podem juntar umas nozes ou outra fruta oleaginosa...

Bom fim-de semana!

e muitos beijinhos da Cláudia e da Clarinha

27 de maio de 2016

as fraldas mais amigas do ambiente!

Bom dia mamãs e papás!

Quantos de nós não ouvimos já falar que as fraldas descartáveis demoram aaaanos a degradar e o quanto prejudicamos o ambiente ao utilizá-las?



Bem... há opções que podem ajudar a natureza!... As primeiras fraldas da Clarinha foram descartáveis, mas optei pelas ecológicas, uma vez que são produzidas com materiais amigos do ambiente... depois começamos a usar as fraldas reutilizáveis, as fraldas de pano modernas, bem... usamos durante uns meses mas acabamos por decidir que não era a melhor opção para nós... um dia destes conto-vos a nossa experiência ;)

Hoje, já estamos a pensar no desfralde, mas com o dia do ambiente a chegar, não podia deixar de vos falar das fraldas amigas do ambiente mas também da nossa carteira, e o mais importante amigas dos nossos bebés... dermatologicamente testadas, hipoalergénicas, concebidas para minimizar os riscos de reações alérgicas

As fraldas ecológicas da Pommette, do Intermarché, são as fraldas amigas do ambiente e dos nossos bebés... além de não conterem tantos químicos como as outras, o que é ótimo para a pele dos nossos bebés... são fabricadas com mais de 50% de matérias-primas de origem natural e renovável.


São muito absorventes e o rabinho da Clarinha está sequinho pela manhã, nós somos fãs, e os piu-pius fazem as delícias da Clarinha!!!!!

Para um rabinho saudável junta-se à "festa" as toalhitas bio, 100% algodão proveniente de agricultura biológica e sem perfume, a nossa escolha para as mudas da fraldas quando vamos passear... em casa gostamos de usar as compressas, as da Pommette são muito suaves, apesar de serem um pouco pequenas são muitos práticas!

Mas o kit não está completo, a Pommentte tem disponível toda uma gama biológica, já vos falei aqui sobre o creme de corpo e hoje junta-se também o gel de banho... tudo o que precisamos para a higiene do bebé, com uma ótima textura, fácil de espalhar e com 98% dos ingredientes de origem natural, dos quais 11% são provenientes de agricultura biológica. A pele da Clarinha reagiu muito bem!

Vamos lá ajudar o nosso planeta... afinal queremos deixá-lo impecável para os nossos filhos, não é?

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha

p.s. papás de Paredes e arredores podem encontrar estes produtos nos Intermarché de Penafiel e Paredes

23 de maio de 2016

Sopa da Semana #lentilhas

Olá mamãs e papás!

Começamos a semana com mais uma sopinha... esta com uma bolinhas muito coloridas... eu usei as laranja porque cozem mais rápido mas também podem usar as verdes!

Sopa de Lentilhas e Batata-doce
(11+ meses)


ingredientes: *batata-doce *curgete *alho *lentilhas

preparação:

Numa panela com água fria colocar a batata-doce, a curgete e os alhos e levar ao lume (podem também usar o robot de cozinha). Deixar cozer bem, depois com a varinha mágica reduzir os legumes a creme, depois adicionar as lentilhas (pré-cozidas). Depois é só servir com carinho e uma colher de chá de azeite!

Bom apetite!

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha 


18 de maio de 2016

Domingo é dia de pequeno-almoço na cama! #batido de banana e cacau

Olá mamãs e papás!

Hoje não é domingo, mas esta semana começa mais uma rubrica... Domingo é dia de pequeno-almoço na cama!

Uma vez por semana quero dar-vos ideias para o pequeno-almoço, no meu caso vão acontecer mais ao domingo, porque podem levar o seu tempo e dedicação...

E hoje começamos com...

Batido de banana e cacau e Pão de espelta com compota de pêssego
(12+ meses)


Parte 1 - Batido

Ingredientes
*Leite da criança ou iogurte (eu usei agua com o leite em pó da Holle 2)
*meia banana
*1 c. café de cacau

Prepação
Colocar no liquidificador ou robot de cozinha todos os ingredientes até ficar bem batido.

Parte 2 - Pão

O pão de espelta encontrei num mercado biológico daqui do norte, o Biomercado, e a compota de pêssego sem açúcar também já vos falei aqui...

Depois é só servir com um graaande BOOOMMM DIIIAAA!

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha


17 de maio de 2016

Sopa da Semana #cogumelos

Olá mamãs e papás!

Gostava de tornar o blog mais dinâmico e com mais receitas, o tempo não é todo o que gostaria, mas prometo tentar... mas os posts mais informativos vão continuar, claro!

Iniciamos então a rubrica... Sopa da Semana

... com....

Sopa de Cogumelos e Brócolos
(6+ meses)



ingredientes: *mandioca *cebola *cogumelos *brócolos

preparação:

Numa panela com água fria colocar a mandioca, a cebola e parte dos cogumelos e levar ao lume (podem também usar o robot de cozinha). Deixar cozer bem, depois com a varinha mágica reduzir os legumes a creme, depois adicionar os restantes cogumelos laminados e os brócolos em peçados pequenos.

Bom apetite!

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha 


13 de maio de 2016

Dica: Fórmulas infantis #a nossa escolha

Olá mamãs e papás!

Já algumas vezes falei aqui sobre a importância do leite materno e que este deve ser sempre a primeira escolha, quando possível, trazendo benefícios para o pequeno rebento mas também para a mamã!

No entanto, na ausência ou insuficiência de leite materno, passamos à segunda escolha... a fórmula infantil!

As fórmulas para lactentes e de transição (1 e 2) estão legisladas quanto à sua composição e quantidades dos ingredientes, uma vez que devem conter ingredientes em certas quantidades que tenham como objetivo nutrir ou outros com benefícios para a saúde do bebé comprovados. Estas fórmulas infantis são substitutas do leite materno e são nutricionalmente seguras, embora não assegurem todos os benefícios do leite da mamã.

Vamos lá, então, escolher...

Primeira "regra": para um bebé saudável, de termo e sem história familiar de atopia, a escolha passa pelas formulas standard, e depois se necessário optamos pelas fórmulas especiais...

Segundo: se o bebé tiver menos de 6 meses de idade devemos optar por uma fórmula para lactentes, as número 1, pois estão indicadas para bebés até essa idade. Depois dos 6 meses, ao iniciar a diversificação alimentar, optamos por uma fórmula de transição, as número 2. Estas últimas podem ser usadas até as 12-24 meses, podendo prolongar-se até aos 36 meses.

a nossa escolha...


Os leites da Holle, porque além da sua segurança nutricional, é uma fórmula elaborada a partir de 99% de ingredientes produzidos em modo biológico, tornando-o num leite seguro e saudável.

E os leites da Nestlé que se destacam pela sua qualidade proteica: "uma mistura proteica adaptada para fornecer a quantidade certa de proteínas necessárias ao crescimento do bebé sem sobrecarregar os órgãos ainda imaturos", mas também pela presença de ácidos gordos (DHA e ARA) presentes no leite materno.

Terceiro: embora o leite de vaca possa ser introduzido a partir dos 12 meses, a WHO recomenda a sua introdução só após os 3 anos de idade. O que nos leva a outra questão: aos 2 anos posso/devo então optar pelo leite de crescimento?
     
-Na minha opinião, se pretendem optar por um leite líquido, não optem por um leite de crescimento...
*têm mais calorias que o leite de vaca meio gordo,
*têm açúcar adicionado, podendo dificultar o gosto pelo sabor natural dos alimentos
*podem conter aromas artificiais (aditivos),
*e apenas as crianças com falta de apetite podem beneficiar com estes leites.

... escolham o leite de vaca meio gordo!

São da mesma opinião?

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha

p.s. papás de Paredes e arredores podem encontrar os leites e papas da Holle nos Intermarché de Penafiel e Paredes, na sua  parafarmácia ;)

4 de maio de 2016

Dica: Vamos descodificar os rótulos... #2

Olá mamãs e papás!


Hoje a segunda parte sobre os rótulos, a informação nutricional ajuda muito na altura de fazer escolhas, mas existem outras partes do rótulo também muito importantes...

Começamos pela lista de ingredientes...


Nesta lista têm de estar mencionados todos os ingredientes por ordem decrescente de quantidade em que estão presentes no alimentos, por exemplo as bolachas anteriores o ingrediente em maior quantidade é a farinha de trigo, seguindo-se a gordura e depois o açúcar...

Os aditivos vêm representados pela sua categoria e pelo seu nome específico ou pela letra "E" seguida de um número, por exemplo espessantes (E410, E1442).

Os alergénicos têm que constar igualmente na lista de ingredientes de forma destacada, por exemplo a negrito, como o glúten, ovos, crustáceos, amendoim, soja, leite...

Outras duas muito importantes são o prazo de validade e as condições de conservação...


O prazo de validade é a data limite até à qual o alimento pode ser consumido, mas deixo-vos uma dica... nas compras escolham os alimentos que estão expostos mais atrás, normalmente têm uma data mais longa...

E por fim as condições de conservação, quando o alimento é perecível, como o iogurte, as condições deve ser seguidas para garantir uma conservação adequada, para não perder as características iniciais antes do final do prazo de validade.

Só informação boa... ah!!!

Em breve mais dicas...

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha


3 de maio de 2016

Dica: Vamos descodificar os rótulos... #1


Olá mamãs e papás!

Quantos de vocês durante a atarefada ida ao supermercado olham para os rótulos e gostavam de perceber o que é bom e o que é mau?

Aquela tabela com a informação nutricional é muito completa mas não sabemos como a ler para fazer as escolhas mais saudáveis...

Pois bem, eis que surgem umas tabelas coloridas para ajudar nessa leitura...

O Descodificador de Rótulos



A informação nas tabelas tem por base as recomendações do Departamento da Saúde do Ministério da Saúde do Reino Unido.

E como vamos usar?

Utilizando a coluna "por 100g ou 100mL" da tabela com a informação nutricional do alimento que quer analisar, compare com a informação do cartão (gordura, gordura saturada, açúcares e sal).


E quais são as regras?

  • Os alimentos e bebidas com os nutrientes a verde são saudáveis e podem ser consumidos diariamente;
  • Quando estão na cor amarela podem ser boas opções mas devem ser consumidos moderadamente, por exemplo 2 a 3 vezes por semana;
  • Se um ou mais nutriente for vermelho estes alimentos e bebidas devem ser evitados, poderão se consumidos com moderação em ocasiões festivas.
Deixo-vos os links para descarregar:
MAS deixo-vos mais uma dica...

Online, no site da Missão Continente encontram um calculador...


É só inserir os dados do vosso alimento e o calculador gera as suas cores...


Agora vai ser mais fácil...

Em breve trago-vos mais dicas!

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha