Avançar para o conteúdo principal

O Crescimento e o Percentil

Olá mamãs e papás!

Nós papás já ouvimos falar variadíssimas vezes sobre o Percentil (P) do nosso filho, mas será que entendemos o seu significado? No boletim de saúde infantil e juvenil encontrámos uns gráficos de cor azul ou rosa dependendo do género do nosso bebé, estes chamam-se curvas de crescimento infantil e são um indicador importante para acompanhar a evolução do peso e do comprimento do nosso bebé.

Durante os primeiros 12 meses de vida o bebé, em média, triplica o seu peso e o seu comprimento aumenta para o dobro, relativamente ao seu nascimento.

Desde 2013 que Portugal adoptou as recentes curvas de crescimento da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais próximas da realidade da nossa população.

No boletim de saúde infantil e juvenil, na página 8, temos o gráfico abaixo. No eixo/linha horizontal temos a idade em meses e anos e no eixo/linha vertical temos o peso em quilogramas. As linhas curvas indicam o P, no final de cada uma há um número que o enumera, de baixo para cima, temos o P3, P15, P50, P85 e P97. 



Legenda: 

Ponto Preto (abaixo P3): Baixo peso severo

Ponto Azul (entre P3 e P15): Baixo peso

Ponto Verde (entre P15 e P85): Peso normal

Ponto Laranja (entre P85 e P97): Possível excesso de peso

Ponto Vermelho (acima P97): Possível excesso de peso


Exemplificando:

A Joaninha tem 6 meses e pesa 6,900 kg, no ponto dos 6 meses desenhamos uma recta vertical, tal como no gráfico acima a azul, e depois no ponto do peso desenhamos uma recta horizontal, o ponto em que estas duas rectas se cruzam é o nosso resultado. A Joaninha está próxima da curva do P50, logo está dentro da normalidade.


Na página seguinte temos o gráfico abaixo, funciona tal como o anterior mas corresponde ao comprimento/altura, logo no eixo vertical temos o comprimento em centímetros.


Legenda:

Ponto Preto (abaixo P3): Baixo comprimento severo

Ponto Azul (entre P3 e P15): Baixo comprimento

Ponto Verde (acima P15): Comprimento normal


Exemplificando:

A Joaninha mede 64,3 cm, traçando as rectas, verificamos que a bebé está entre o P15 e o P50, logo está dentro da normalidade.


Na página 10 temos o gráfico do Índice de Massa Corporal (IMC), muito útil para verificar os casos de possível excesso de peso. Se o bebé está acima do P85 relativamente ao peso para a idade (1º gráfico) com possível excesso de peso, deve-se calcular o IMC, relacionando o peso com o comprimento, e se o resultado for acima do P85, o excesso de peso fica confirmado.


Atenção: Papás não fiquem alarmados! Este post é simplesmente informativo, nas consultas de acompanhamento o médico/pediatra verifica o percentil do vosso bebé e decide se é necessário agir de alguma forma. 


Espero ter ajudado, se houver alguma dúvida não hesitem!


Beijinhos da Cláudia e da Clarinha


Comentários

  1. Não achei o gráfico do IMC, você poderia colocar nesta página?

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

mensagens mais lidas

fomos ao Porto de comboio!

Olá mamãs e papás!
Os vossos pequenos já viajaram de comboio? A Clarinha ainda não tinha experimentado por isso no final das nossas férias lá fomos nós. Uma viagem curta até ao Porto, mas super excitante!!!
Chegamos à Estação de São Bento, construída no início do séc. XX com um átrio maravilhoso, revestido com vinte mil azulejos historiados, do pintor Jorge Colaço, que ilustram a evolução dos transportes e cenas da história e vida portuguesas.
Subimos a Rua de Sá da Bandeira, Rua de Passos Manuel e depois percorremos a Rua de Santa Catarina, espreitamos as montras, passamos pelo famoso Majestic Café e até pedimos um desejo na Fábrica de Sonhos do Via Santa Catarina. A fachada do Centro Comercial preenchidas por tubos cor-de-rosa origina a Fábrica de Sonhos. "Pede um desejo e entra. O teu desejo será fabricado." Uma ideia original que deixou a rua mais colorida e divertida.

Depois descemos até ao Mercado do Bolhão, o nosso emblemático mercado! Remonta a 1850, sendo classific…

Sopa da semana #rabanete

Olá mamãs e papás!

Começamos a semana com outra sopinha deliciosa e mais um legume novo, o rabanete, da família do nabo tem um sabor adocicado, refrescante e ligeiramente picante. Para uma sopa diferente todas as semanas nada como experimentar novos legumes!

Cá vai a receita:
Creme de Rabanete Ingredientes: *5 rabanetes *150g abóbora manteiga *6 floretes de couve-flor 
Preparação: Numa panela com água fria colocar todos os ingredientes e levar ao lume (podem também usar o robot de cozinha). Deixar cozer bem, depois com a varinha mágica reduzir os legumes a creme. 
Sirva com amor e antes do prato principal. Bom apetite!

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha

Merendas e merendinhas #Puré de Castanhas

Olá mamãs e papás!
Chegou o mês de novembro, o mês das nossas queridas castanhas. As castanhas pertencem ao grupo dos cereais e derivados por serem um grande fornecedor de hidratos de carbono, mas este alimento guarda alguns segredos. São um ótimo fornecedor de fibra e de proteína de elevado valor biológico, ajudando no controlo do apetite e a sua cor branca também esconde uma quantidade de antioxidantes (polifenóis) considerável, possuindo ainda quantidades razoáveis de vitaminas B, C, cobre e manganésio.
As castanhas já estão aí e podem ser consumidas cruas, assadas, cozidas ou até em purés ou sopas! Fica então uma receita de puré riquíssimo nutricionalmente!

Puré de Castanhas
(+6 meses)

Ingredientes:  *1 Marmelo *1 Pera *4 Castanhas
Preparação: *Pré-aqueça o forno a 150ºC. Entretanto, lave os ingredientes, corte a pera a meio e retire o caroço. *Prepare as castanhas, dando um corte na casca e descasque, desencaroce e corte o marmelo em meias luas. *Leve ao forno para assar, se prefe…